Grampo da PF: Amigo de Lulinha entrega propriedade do sítio de Atibaia

Um relatório de inteligência divulgado [pela força-tarefa da Lava-Jato] em março de 2016, mostrou indícios que indicam que o sítio de Atibaia pertence realmente a família Lula da Silva

Num grampo da PF, o ‘suposto’ dono do sítio pede autorização para usar o imóvel. Que tipo de dono pede para usar seu próprio imóvel?

Kalil Bittar, irmão de Fernando Bittar [um dos donos “no papel” da propriedade], faz uma ligação telefônica para o filho de Lula [o Lulinha] e pede autorização para convidar pessoas para um churrasco.

Após a ligação, o filho de Lula contacta o caseiro Maradona e avisa que Kalil chegará no dia seguinte e autoriza que o irmão do “dono do sítio” use o local.

“Causa estranheza o fato de que apesar de, oficialmente, o sítio de Atibaia ser de propriedade de FERNANDO BITTAR e JONAS SUASSUNA, KALIL BITTAR pede autorização de FÁBIO SILVA para convidar determinadas pessoas para o churrasco”, afirma a Polícia Federal em relatório.

No dia seguinte, 27 de fevereiro, Kalil entra em contato com Renata, esposa de Lulinha, e afirma estar “na casa daquela acumuladora chamada Marisa Letícia” […] isso sem falar no ‘xaveco’ que ele joga na mulher do amigo.

Deu pra entender porque é que o Lulinha está ‘fugindo’ do Sérgio Moro?


FÁBIO SILVA (FILHO DE LULA) E KALIL BITTAR (GRAMPO DA PF)


Áudio do Fábio Filho de Lula com o caseiro Maradora do sitio em Atibaia


compartilhe esse post:
RSS
Follow by Email
Facebook
Google+
Twitter
whatsapp
publicidade