• busca por palavra (s)
  • General diz que Constituição foi ‘abandidada’: “Os militares saberão resolver nosso grave problema”



    O general de brigada Paulo Chagas tem usado (cada vez mais) as redes sociais para acordar a população

    Em uma publicação feita ontem, Chagas destacou que a Constituição Brasileira foi ‘abandidada’

    “A atual CF, promulgada após o fim do Regime Militar, transformou a liberdade em libertinagem e instrumentalizou a impunidade”

    Ele fez um rápido comentário sobre a exposição criminosa exposta no MAM na última semana:

    “Não é por outra razão que uma jovem mãe leva sua filha de quatro anos para apreciar e tocar a “expressão artística” […] gestores do MAM não têm qualquer escrúpulo para empenhar o dinheiro dos impostos recolhidos de todos os brasileiros para financiar a exposição pública de um nudista.”

    Sobre o STF:

    “Não é por outra razão que o STF manda trazer de volta ao Rio de Janeiro 55 criminosos líderes das facções que tiranizam as “comunidades” e que promovem assassinatos e guerras pelo domínio do tráfico de drogas no estado.”

    Chagas disse que a sociedade está desarmada e 60 mil vidas estão sendo ceifadas por ano:

    “O povo é obrigado a ouvir asneiras e mentiras de desarmamentistas, hipócritas especializados em promover a “paz” e que visam não mais do que impedi-la de decidir por si própria a sua auto defesa.”

    Com relação ao Congresso Nacional:

    “… identificamos, hoje, pasmos e revoltados, a presença massiva de bandidos no Congresso Nacional sendo apaniguados pelos “amigos” estrategicamente empossados no Supremo Tribunal Federal”

    Em uma outra publicação, feita pelo Cel Mario Hecksher Neto e compartilhada pelo general, ele destacou:

    “Quem vai resolver o nosso grave problema? A resposta é bem simples. Quem vai resolver são os integrantes daquelas instituições nas quais o povo confia: os militares, que têm cerca de 80% de aprovação popular, ano após ano.”

    “Os brasileiros saberão corrigir esses equívocos …” encerrou o general.



     

    publicidade



    error: Conteúdo protegido !!