Generais mandam recado para a França: “Molecagem com o Brasil não!”

Guilherme Santiago | 28/08/2019 | 11:47 AM | GOVERNO
Want create site? Find Free WordPress Themes and plugins.


Quando o assunto é Amazônia, dois dos maiores especialistas sobre o assunto são (inegavelmente) o general Eduardo Villas Bôas, ex-comandante do Exército brasileiro, e o general Augusto Heleno, ex-comandante militar da Amazônia e atual chefe do Gabinete de Segurança Institucional do governo.

Na última semana, Villas Bôas declarou o seguinte:

… estamos assistindo a mais um país europeu, dessa vez a França, por intermédio do seu presidente Macron, realizar ataques diretos à soberania brasileira, que inclui, objetivamente, ameaças de emprego do poder militar.

Trata-se da mesma França que de 1966 até 1996, a despeito dos reclamos mundiais, realizou 193 testes nucleares na Polinésia Francesa, expondo o Taiti, ilha mais povoada da região, a índices de radiação 500 vezes maiores que o máximo recomendado por agências internacionais.


Macron está de molecagem

Na manhã de ontem (27), o presidente Bolsonaro se reuniu com ministros e governadores de estados da Amazônia para discutir as queimadas na floresta.

O general Augusto Heleno esteve entre os presentes e não economizou nas palavras.

Confira:

Did you find apk for android? You can find new Free Android Games and apps.