Funcionária lotada no gabinete de Bolsonaro “recebia para não trabalhar”

14/12/2018

Want create site? Find Free WordPress Themes and plugins.

Nathália Queiroz foi citada no relatório do Conselho de Controle de Atividades Financeiras (Coaf), que identificou movimentações bancárias irregulares do seu pai, Fabrício Queiroz, ex-assessor do senador eleito Flávio Bolsonaro (PSL).

A personal trainer das celebridades cariocas também fazia parte do atual quadro de funcionários do gabinete do presidente eleito, Jair Bolsonaro (PSL) e atendia os famosos durante o horário de expediente na Câmara dos Deputados […] ou seja, Nathalia recebia dinheiro público para não trabalhar.

Imagens divulgadas no Instagram de Nathália mostram que ela posou ao lado de celebridades como Bruna Marquezine e Bruno Gagliasso.

Entre 2011 e 2016, ela esteve lotada no gabinete de Flávio Bolsonaro com um salário era de R$ 9,8 mil.

Em dezembro de 2016, Nathália deixou o posto de assessora de Flávio e foi nomeada secretária parlamentar de Jair Bolsonaro com vencimentos de R$ 10 mil […] ela foi exonerada do cargo em outubro de 2018.

De acordo com o Coaf, dos R$ 89 mil (líquidos) recebidos por Nathália (entre janeiro de 2016 a janeiro de 2017), cerca de R$ 84 mil foram repassados para o pai dela, Fabrício Queiroz (o tal motorista e faz-tudo dos Bolsonaro)

Há a suspeita de que a personal trainer, bem como Fabrício Queiroz (seu pai) e os demais assessores do clã Bolsonaro, estivessem envolvidos em um esquema de ‘rachid’, que consiste no repasse de parte do salário em troca da manutenção do cargo.


(fonte: Jornal do Brasil)

compartilhe esse post:
Follow by Email
Facebook
Google+
Twitter
Instagram
Did you find apk for android? You can find new Free Android Games and apps.