“Foguetes Hwasong-14 podem estar sendo preparados para atacar os EUA” dizem especialistas


Trabalhadores norte-coreanos foram fotografados (por satélites) preparando uma plataforma de mísseis

A plataforma de lançamento, que está localizada em Samjiyon (província de Ryanggang) fica a cerca de 2.000 metros acima do nível do mar e tem uma capacidade de disparar mísseis muito além das outras bases instaladas no país.

Observadores internacionais dizem que o regime está substituindo os antigos mísseis de médio alcance pelo novo foguete Hwasong-14 de longo alcance – eles acreditam que o Hwasong-14 seja capaz de levar uma ogiva nuclear até o continente americano.

Satélites flagraram os trabalhadores norte-coreanos do setor de construção carregando sacos de cimento e vigas de aço (secretamente, no meio da noite) para reforçar o concreto na base subterrânea de Samjiyon .

A preparação do local de lançamento de alta altitude para um míssil balístico intercontinental sugere que Kim pode estar se preparando para atacar os EUA.

Na noite de hoje (11), a ONU anunciou que impôs novas sanções (parciais) contra a Coreia do Norte devido ao sexto e mais poderoso teste nuclear do país, e estabeleceu a proibição das exportações de produtos têxteis e limitou as importações de petróleo pelo país.

A Coréia do Norte advertiu que os EUA pagarão um “preço devido” e sofrerão a “maior dor” por comandar uma repressão.

Propostas mais rígidas, como o corte total de fornecimento de combustíveis para o país comunista, foram barradas pela Rússia e pela China, que possuem poder de veto no conselho da ONU.

Ao menos por enquanto, Kim Jong-un encontrou dois aliados: Vladmir Putin (presidente russo) e Xi Jinping (presidente chinês).


 

publicidade


error: Conteúdo protegido !!