Fim da rapinagem: Sem dinheiro público, mídia agoniza na vã tentativa de derrubar Bolsonaro

Patrícia Moraes Carvalho | 29/03/2019 | 9:00 AM | DESTAQUES DB
Want create site? Find Free WordPress Themes and plugins.

Mídia blindou Lula, protegeu Dilma e preservou Temer

Durante os últimos 3 governos (Lula, Dilma e Temer), o Estado brasileiro foi pilhado em bilhões de dólares.

A grande mídia sempre colocou panos quentes e maquiou os fatos. Por quê?

Por serem beneficiárias direta de verbas de publicidade vindas do Governo Federal e de empresas públicas.

Um “toma lá, dá cá” que, cedo ou tarde, a história vai trazer à tona.

Em sua primeira semana de governo, Bolsonaro anunciou medidas e cortes consistentes nos gastos publicitários … especialmente nas verbas do grupo Globo.

A nova política tem eco social forte e consistente.

A população quer o fim das mamatas da mídia marrom e o fim da rapinagem que aconteceu no Brasil.

Há uma nova ordem de posturas e de costumes no país , que repercute de modo muito positivo no âmbitos nacional e internacional.

A nação está atenta, lúcida, tem a leitura clara do cenário político, sabe distinguir as situações, dando a cada fato o valor que ele tem.

Os maiores grupos de mídia do país terão muitas surpresas com esse jogo ardil de potencializar fatos para constranger, barganhar e chantagear.

Ninguém mais embarca nesse jogo canalha.

Por isso, é importante que o ativismo pró-Bolsonaro continue firme nas mídias sociais, seguindo no contraponto e neutralizando a bandidagem.

The game is over, grande mídia! A batata está assando!


via twitter (Luiz Carlos Nemetz/ Twitter: @LCNemetz)


Os bilhões que a grande mídia recebeu durante as gestões petistas


 

Did you find apk for android? You can find new Free Android Games and apps.