Ex-ministra do STJ: “Delação sem pegar Judiciário não é delação”

Eliana Calmon, ex-ministra do STJ e ex-corregedora do CNJ explica porque a Lava-Jato não atinge membros do Judiciário

Eliana afirmou ser “impossível” fechar delações sem que magistrados estejam envolvidos.

“Delação sem pegar Judiciário não é delação. É impossível levar a sério uma delação de grande porte que não mencione um magistrado sequer”, diz Eliana.

Até o momento nenhum juiz, desembargador ou até mesmo algum ministro do STF ou STJ foi citado oficialmente.

Em 2011, Eliana ocupava o cargo de corregedora nacional de Justiça e afirmou que “bandidos de toga” estavam infiltrados no Judiciário.

Ela também destacou que a maioria do judiciário brasileiro é correta.



compartilhe esse post:
RSS
Follow by Email
Facebook
Google+
Twitter
WHATSAPP
publicidade