Ex-Deputado Federal causa grave acidente e apanha de populares. Vídeo mostra embriaguez

O ex-deputado federal João Pizzolatti (PP) causou um acidente na rodovia Werner Duwe, que liga Blumenau a Pomerode (Santa Catarina) na manhã de hoje

A caminhonete Volvo que ele dirigia bateu de frente com um Fiat Mobi, que pegou fogo e deixou o condutor preso às ferragens.

Motoristas que passavam pelo local usaram extintores para apagar as chamas.

Paulo Marcelo Santos (que estava no Fiat Mobi), 23 anos, sofreu lesões e queimaduras nas pernas e foi atendido pelo helicóptero Arcanjo-3, do Corpo de Bombeiros.

O ex-deputado, ao sair do carro, levou um murro na cara e vários chutes de populares que estavam no local do acidente.

Aparentemente embriagado, ele foi filmado e confessou que havia ingerido bebida alcoólica:

“Não vem com discurso não” disse Pizzolatti a um morador.

Sem problema nenhum, eu assumo toda a responsabilidade” completou.

A Polícia Rodoviária autuou o ex-deputado por “conduzir veículo com sinais de alteração de capacidade psicomotora”.

De acordo com o sargento Edson Waltrick, ele se recusou a fazer o teste do bafômetro no local.

Dois populares que estavam no local serviram de testemunhas e assinaram o boletim de ocorrência, que descreveu olhos vermelhos, dificuldade na fala e sinais de desequilíbrio ao caminhar de Pizolatti.

O político não foi detido em flagrante porque o médico do Samu decidiu encaminhá-lo ao hospital, pois ele aparentava sinais de que havia batido a cabeça no acidente.

O que diz o ex-deputado

Paulo Pizzolatti, irmão de João, alegou que o ex-deputado faz uso de antidepressivos e tem hipertensão e os sinais descritos pela polícia rodoviária podem ter relação com o uso dos medicamentos.



(fonte: Jornal O Município de Blumenau)

compartilhe esse post:
RSS
Follow by Email
Facebook
Google+
Twitter
WHATSAPP
publicidade