EUA enviam bombardeiros para o Pacífico. A estratégia está armada. Basta uma ordem de Trump


Os EUA enviaram seus aviões mais mortais para a base Guam, no Pacífico […] um conflito nuclear começa a tomar contornos reais

A PACAF (Pacific Air Forces / Forças Aérea Americana do Pacífico ) publicou no twitter:

“Aviadores chegaram em Guam; missões bilaterais com o Japão e República da Coreia do Sul. Prontos para voar esta noite”

Um porta-voz do Comando do Pacífico disse em um comunicado:

“Dois bombardeiros da Força Aérea dos EUA B-1B, designados para o 37º Esquadrão de Bombas Expedicionárias, foram desdobrados da Base da Força Aérea de Ellsworth, Dakota do Sul, para a Base da Força Aérea de Andersen, Guam, para uma missão de 10 horas , voando nas proximidades de Kyushu, entre a China Oriental e a península coreana “.

“Durante a missão, os B-1s foram acompanhados por caças F-15 da Força Aérea do Japão e da República da Coréia do Sul, realizando duas missões bilaterais seqüenciais.”

“Esses vôos com o Japão e a República da Coréia (ROK) demonstram solidariedade entre o Japão, a República da Coreia e os EUA para se defenderem de ações provocativas e desestabilizadoras no teatro do Pacífico”.

Mais cedo, um representante do Exército Popular da Coréia do Norte afirmou que o ataque à base de Guam será “implementada de forma múltipla e consecutiva e pode ser executado a qualquer momento”, e bastaria apenas uma autorização do líder, Kim Jong-un.



 

publicidade


error: Conteúdo protegido !!