Enquanto venezuelanos comem gatos e pombos para sobreviver, Lula grava vídeo de apoio a Maduro

Cansados de comer cachorros, gatos e até pombos, venezuelanos invadem o Brasil em busca de comida

“Vim para o Brasil porque preciso remédios para minha esposa que está doente. Também há escassez de medicamentos na Venezuela. Depois daqui, iremos atrás de comida para abastecer nossas famílias”, disse um venezuelano.

O portal G1  informou que a crise econômica na Venezuela está provocando uma corrida de venezuelanos para a cidade de Pacaraima, norte de Roraima.

A cidade fica na fronteira com a Venezuela.

Centenas de pessoas chegam diariamente ao município, que tem pouco mais de 10 mil habitantes.

Desesperadamente, eles buscam comida e remédios. Alguns chegam a viajam até um dia inteiro.

Filas enormes de venezuelanos são formadas para comprar itens como arroz, farinha de trigo, óleo, macarrão, manteiga e açúcar.

paracaima

Venezuelanos aguardando atendimento no posto de fiscalização da Polícia Federal, em Pacaraima

Famílias inteiras sofrem com o desabastecimento de alimentos na Venezuela.

Lojas especializadas em eletrônicos, oficinas e até farmácias estão abrindo espaço nas prateleiras para vender alimentos.

Pacotes de de arroz, macarrão, açúcar e óleo estão sendo vendidos por até R$ 100.


PESSOAS COMENDO CACHORROS, GATOS E ATÉ POMBOS

A situação da Venezuela já alcançou um ponto sem retorno.  O caos se tornou irreversível.

Abaixo uma foto de Caracas na sexta-feira passada:

paracaima2

A escassez, o desespero e a fome chegaram a tal ponto, que os venezuelanos estão caçando cachorros, gatos e até mesmo pombos para poder comê-los.

Leia o que diz o portal PanAm Post:

Ramón Muchacho, prefeito de Chacao (uma subdivisão administrativa de Caracas), disse que as ruas da capital venezuelana estão repletas de pessoas matando animais para comê-los.

Em seu Twitter, Muchacho relatou que, na Venezuela, é uma “realidade dolorosa” o fato de que pessoas estão “caçando gatos, cachorros e pombos” para aliviar sua fome.  As pessoas também estão catando restos de vegetais das lixeiras e do chão para se alimentar. […]

Seis oficiais das forças armadas da Venezuela foram presos por roubarem bodes para matar a fome, uma vez que não havia mais comida em seus quartéis.

À medida que o desespero se intensifica, a criminalidade se torna inevitável.


LULA APÓIA MADURO, O DITADOR DOENTE


 

publicidade


error: Conteúdo protegido !!