• busca por palavra (s)
  • Emocionante: Jovem de 27 anos morre de câncer e deixa ‘lição de vida’ divulgada na internet


    Antes de morrer, a australiana Holly Butcher, 27 anos, deixou um emocionante testemunho de sua luta contra o câncer



    Holly morreu no último dia 4 e sua família divulgou (nas redes sociais) uma carta que foi deixada por ela onde alguns valiosos conselhos de vida estão emocionando os internautas de todo o mundo.

    “Aceitar a morte aos 26 anos de idade é algo muito estranho […] é a algo que a gente apenas ignora e, no fundo, pensa que não vai acontecer. Os dias vão passando e você espera que mais dias venham pela frente, até que o inesperado aconteça. Sempre me imaginei eficando velha e com rugas no rosto – eu planejava construir uma família linda cheia de filhos junto com o amor da minha vida”.

    “A vida é frágil, preciosa e imprevisível […] cada dia é um presente, não um direito conquistado. Tenho 27 anos agora e não quero morrer. Amo a minha vida e estou feliz. Mas o controle não está comigo”

    “Eu queria que as pessoas parassem de se preocupar com as coisas pequenas e as tensões insignificantes da vida e pudessem se lembrar que todos nós teremos o mesmo destino depois disso tudo. Faça o que puder para que seu tempo seja incrível, poupe as besteiras.”

    “Nos momentos em que você estiver lamentando por coisas pequenas, pense que alguém está realmente enfrentando um grave problema e agradeça por seu pequeno percalço.”

    “Reconheça que algo é irritante, mas carregue isso a ponto de afetar negativamente o dia das outras pessoas.”

    “Observe o céu e veja como ele é azul e como as árvores são verdes; é tudo tão lindo. Pense na sorte que você tem por poder respirar e desfrutar disso tudo.”

    “Tudo é tão insignificante quando se olha para a vida como um todo. Vejo meu corpo desaparecendo diante dos meus olhos e não posso fazer nada.”

    “A única coisa que eu queria agora é ter mais um aniversário ou um natal com a minha família […] ou até mesmo mais um dia com o meu parceiro e o meu cachorro.”

    “Invista mais na saúde mental e menos no corpo físico. Reclame menos e ajudem mais uns aos outros. Você ganhará mais felicidade fazendo coisas para as outras pessoas do que para você mesmo.”

    “Compre um presente para seus amigos […] leve-os para almoçar, dê uma planta para eles, uma massagem e diga quanto os ama. Use seu dinheiro em novas experiências e não perca tempo adquirindo coisas materiais.”

    “Faça boas ações. Comece doando sangue. Doações de sangue me ajudaram a continuar viva por mais um ano que passei aqui na terra com minha família, amigos e meu cachorro. Foi o ano em que eu tive os melhores momentos da minha vida.”


    publicidade



    error: Conteúdo protegido !!