Em vídeo, Latoya Jackson afirma que os ‘Illuminati’ teriam assassinado seu irmão


Em 2001, o astro pop fez um desabafo durante uma coletiva de imprensa

Michael (falecido em 2009) disse que estava cansado das manipulações:

“Eles manipulam até nossos livros de história […] a história contada não é verdadeira, é uma mentira”

e continua:

“Eles me chamam de anormal, de homossexual, de molestador, enfim, fazem de tudo para trazer o público contra mim. São completas conspirações, guardem bem isso … precisamos fazer algo”

O astro sabia que estava sendo seguido e vigiado por forças maiores e que poderia morrer a qualquer hora

Segundo os Defensores da Verdade MJ (MJ Truthers), a morte do cantor teria sido encomendada por figuras poderosas da mídia mundial.

Os culpados, segundo os MJ Truthers, vão desde a gravadora Sony, a empresa de turnês AEG e até mesmo os Illuminati.

Latoya Jackson (vídeo 2/abaixo) também teria afirmado publicamente que a organização Illuminati teria assassinado seu irmão.

A primeira tentativa teria ocorrido em 2005, quando um amigo da família (Dick Gregory) visitou o astro pop e constatou que ele estava fraco, desidratado e há dias sem comer, alegando que estavam tentando envenená-lo.




 

publicidade

error: Conteúdo protegido !!