Em meio à pandemia, eletricista se nega a cortar energia de moradores e perde emprego. Vídeo viralizou

Amanda Nunes Brückner | 24/03/2020 | 9:01 PM | BRASIL
Want create site? Find Free WordPress Themes and plugins.


Um funcionário terceirizado da Enel, distribuidora de energia do Ceará, foi demitido depois que se recusou a fazer cortes de energia elétrica na casa de clientes.

Ramiro Roseno Sombra se negou a cumprir a determinação devido à situação de emergência no estado em decorrência do coronavírus:

“As pessoas nesse momento estão necessitando da energia, não achei justo”

Em nota, a Enel confirmou a demissão e explicou que os contratos terceirizados são gerenciados pelas empresas parceiras e que os casos de desligamentos em questão foram solicitados pelos próprios clientes.

Outros 3 colegas de profissão também foram demitidos e 16 foram suspensos pelo mesmo motivo, informou Ramiro.

“Recebi 52 cortes, eu e mais 19 motoqueiros … 4 foram demitidos, eu e mais 3, e 16 foram suspensos por um dia porque todos eles reivindicaram que não iriam cortar …”




 

compartilhe esse post:
Follow by Email
Facebook
Google+
Twitter
Instagram
Did you find apk for android? You can find new Free Android Games and apps.