Eles omitiram a doença por 2 meses e agora deveriam ajudar o mundo a ‘limpar a lambança’ que fizeram

Amanda Nunes Brückner | 21/03/2020 | 2:58 PM | MÍDIA
Want create site? Find Free WordPress Themes and plugins.

A cara de pau dos Chineses está, no mínimo, absurda.

Agora, divulgaram uma carta, em tom de ameaça, contra Eduardo Bolsonaro, dizendo que “a história ensina que quem fica contra o povo chinês dá um tiro no próprio pé”.

Primeiro, ninguém está contra o POVO chinês.

Eduardo e qualquer pessoa consciente, em qualquer parte do mundo, está contra o governo DITATORIAL e IRRESPONSÁVEL, que omitiu uma doença por 2 MESES e permitiu, assim, que se tornasse uma pandemia.

No mínimo, o capacho comunista de Xi Jinping, que ocupa o cargo de embaixador no Brasil, tinha que sentar em cima do rabo e calar a boca, depois da cagada que o seu país fez.

Controlar a epidemia não é motivo de orgulho. Ao contrário. Não é mais do que obrigação.

Nada mais justo do que limparem a própria lambança.

Se as “Entidades internacionais” valessem alguma coisa, a China estaria, neste momento, pagando muito caro pelo caos que causou, em vez de arrotar bravatas contra um parlamentar eleito.

E que não me venha nenhum Brasileiro encher o saco, dizendo que a China é uma potência, ou defendendo a ditadura do gigante asiático.

Se gosta tanto, muda pra lá. Mas não venham pedir penico, depois, para o Exército Brasileiro ir resgatar os expatriados, na próxima vez que uma sopa de morcego der uma puta indigestão.

“Não vale nada um povo que não sabe defender a honra da sua pátria.”
(SCHILLER, Friedrich)


(texto de Felipe Fiamenghi via rede social)

 

compartilhe esse post:
Follow by Email
Facebook
Google+
Twitter
Instagram
Whatsapp
Did you find apk for android? You can find new Free Android Games and apps.