“Ele não queria machucar ninguém” diz colega de corporação de bombeiro que furtou caminhão

Um colega de profissão do bombeiro que furtou um caminhão (leia aqui …) da corporação e se dirigiu para o Congresso Nacional defendeu o militar: “Ele não é terrorista”

Preferindo não se identificar por questões de segurança, ele disse que o sargento Fabrício Marcos de Araújo estava bem até a noite de ontem:

“Não sei o que pode ter acontecido […] ele estava normal ontem, provavelmente teve um surto. Fiquei sabendo do fato durante a madrugada. Disseram que ele tinha surtado, pegado um caminhão e saído sem rumo à Esplanada dos Ministérios” disse.

O amigo garantiu que a intenção do sargento Fabrício não era cometer nenhum ato terrorista e nem atacar pessoas inocentes:

“Ele não é um terrorista, não é muçulmano e não perdeu um filho recentemente conforme estão espalhando por aí” desabafou.

ÁUDIO NO WHATSAPP

Circula nas redes sociais um áudio supostamente gravado pelo sargento Fabrício enquanto dirigia o caminhão rumo ao Congresso.

Na gravação, ele diz que não tinha a intenção de machucar pessoas, porém queria chegar até o Congresso:

“Chegando lá eu paro […] não quero atropelar nem machucar ninguém […] no Congresso eu paro” diz a gravação.

Alguns conhecidos chegaram a identificar o áudio e confirmaram que se trata da voz do suspeito.

Fabrício tem 24 anos, é casado, tem dois filhos e está lotado no 8º Grupamento de Bombeiro Militar.


compartilhe esse post:
RSS
Follow by Email
Facebook
Google+
Twitter
whatsapp
publicidade


  • error: Conteúdo protegido !!