"Ele não queria machucar ninguém" diz colega de corporação de bombeiro que furtou caminhão | Diário do Brasil

“Ele não queria machucar ninguém” diz colega de corporação de bombeiro que furtou caminhão

Um colega de profissão do bombeiro que furtou um caminhão (leia aqui …) da corporação e se dirigiu para o Congresso Nacional defendeu o militar: “Ele não é terrorista”

Preferindo não se identificar por questões de segurança, ele disse que o sargento Fabrício Marcos de Araújo estava bem até a noite de ontem:

“Não sei o que pode ter acontecido […] ele estava normal ontem, provavelmente teve um surto. Fiquei sabendo do fato durante a madrugada. Disseram que ele tinha surtado, pegado um caminhão e saído sem rumo à Esplanada dos Ministérios” disse.

O amigo garantiu que a intenção do sargento Fabrício não era cometer nenhum ato terrorista e nem atacar pessoas inocentes:

“Ele não é um terrorista, não é muçulmano e não perdeu um filho recentemente conforme estão espalhando por aí” desabafou.

ÁUDIO NO WHATSAPP

Circula nas redes sociais um áudio supostamente gravado pelo sargento Fabrício enquanto dirigia o caminhão rumo ao Congresso.

Na gravação, ele diz que não tinha a intenção de machucar pessoas, porém queria chegar até o Congresso:

“Chegando lá eu paro […] não quero atropelar nem machucar ninguém […] no Congresso eu paro” diz a gravação.

Alguns conhecidos chegaram a identificar o áudio e confirmaram que se trata da voz do suspeito.

Fabrício tem 24 anos, é casado, tem dois filhos e está lotado no 8º Grupamento de Bombeiro Militar.


compartilhe esse post:
Follow by Email
Facebook
Google+
Twitter
Instagram