“Ele cortou o próprio dedo para não ter que trabalhar” diz delegado

*** conteúdo exclusivo do Diário do Brasil | se for reproduzir, copiar e/ou colar, favor citar a fonte ***

Patrícia Moraes Carvalho | 06/07/2019 | 7:54 PM | POLÍTICA
Want create site? Find Free WordPress Themes and plugins.

A esquerda agrediu Sérgio Moro e o ministro foi chamado de ‘ladrão’ durante uma audiência na Câmara dos Deputados.

Diante disso, o deputado federal Éder Mauro (PSD-PA) decidiu reagir e acusou o ex-presidente Lula de ter arrancado o próprio dedo para não ter que trabalhar:

“Sr. Presidente, eu vejo a Esquerda falar em trabalhador, defender trabalhador. Nunca trabalharam! A prova disso é o próprio Lula, que cortou a p* do dedo dele. Cortou a p* do dedo dele para não trabalhar! Imagine se ele tivesse os dez dedos”,  disse Éder Mauro



compartilhe esse post:
Follow by Email
Facebook
Google+
Twitter
Instagram
Did you find apk for android? You can find new Free Android Games and apps.