Dias Tófolli anula cassação de senador e Raquel Dodge parte pra cima!


A procuradora-geral da República, Raquel Dodge, encaminhou – no último sábado (31/03) – ao Supremo, um recurso para anular a liminar que permitiu que o ex-senador Demóstenes Torres seja candidato nas eleições de 2018.

Em julho de 2012, o então senador Demóstenes (ex-DEM-GO) foi cassado por quebra de decoro parlamentar e teria que ficar inelegível até 2027.

Ele foi acusado de usar o mandato para favorecer o bicheiro Carlinhos Cachoeira.

Raquel Dodge afirma que é necessário agir imediatamente, “em nome da segurança e da ordem jurídica”.

A liminar que suspendeu a decisão da cassação (tomada pelo senado em 2012) foi concedida pelo ministro Dias Toffoli.

A PGR alega que uma decisão tomada pelo Senado não pode ser desfeita pelo STF.

Ela destacou que o Senado jamais descumpriu qualquer decisão da Suprema Corte.

Na petição, Dodge enfatiza que a decisão do Senado Federal pela cassação do então parlamentar tem caráter político e que a suspensão dessa medida, pela via judicial, afronta a separação dos poderes. A reclamação de Demóstenes contra o ato do Senado Federal jamais poderia ter sido acatada pelo STF.



Ouça o que o apresentador Ratinho disse sobre o ex-senador Demóstenes:


leia também:

Quem mandou soltar o marido da Senadora Gleisi? Isso mesmo … Dias Tóffoli


Sensitivo afirma: “Lula será preso. Vai ter muita luta, muita confusão”


 

compartilhe esse post:
RSS
Follow by Email
Facebook
Google+
Twitter
WHATSAPP
publicidade


  • error: Conteúdo protegido !!