Despacho de Moro: “Não usar algemas no condenado”

Enquanto os petistas discutiam um plano para tentar novas estratégias jurídicas, Moro pegou todos de surpresa.

O juiz federal deu um xeque-mate em Lula e pediu para que ele se entregasse à Polícia Federal num prazo máximo de 24 horas.

Moro escreveu em seu despacho:

“Relativamente ao condenado e ex-Presidente Luiz Inácio Lula da Silva, concedo-lhe, em atenção à dignidade cargo que ocupou, a oportunidade de apresentar-se voluntariamente à Polícia Federal em Curitiba ate’ as 17:00 do dia 06/042018, quando deverá
ser cumprido o mandado de prisão.”

“Vedada a utilização de algemas em qualquer hipótese.”

“Os detalhes da apresentação deverão ser combinados com a Defesa diretamente com o Delegado da Policia Federal Maurício Valeixo, também Superintendente da Policia Federal no Paraná.”

“Esclareça-se que, em razão da dignidade do cargo ocupado, foi previamente preparada uma sala reservada, espécie de Sala de Estado Maior, na própria Superintendência da Polícia Federal, para o início do cumprimento da pena, e na qual o ex-Presidente ficará separado dos demais presos, sem qualquer risco para a integridade moral ou física.”


compartilhe esse post:
RSS
Follow by Email
Facebook
Google+
Twitter
whatsapp
publicidade


  • error: Conteúdo protegido !!