Desembargador continua desafiando o STF e determina que Lula seja solto até às 18h:00


Rogério Favreto acabou de determinar que Lula seja solto em uma hora …

Entenda a novela:

1- Favretto acatou um habeas corpus impetrado pela defesa do ex-presidente.

2- Sérgio Moro declarou que o desembargador não tem poderes para tal e proibiu que Lula fosse solto.

3- O desembargador emitiu uma segunda ordem de soltura.

4- O relator da Lava-Jato, desembargador Gibran Neto, entrou em contato com Cármen Lúcia e decidiu anular a decisão de Favreto (o desembargador petista de plantão).

5- Favreto emitiu uma terceira nova determinação para que se solte o condenado em até 1 hora.

Ele reiterou que é o responsável pela Corte durante o plantão e que não é subordinado ao colega, o relator João Pedro Gebran, que havia determinado a permanência do ex-presidente na carceragem da Polícia Federal.

“Não há qualquer subordinação do signatário a outro colega, mas apenas das decisões às instâncias judiciais superiores, respeitada a convivência harmoniosa das divergências de compreensão e fundamentação das decisões, pois não estamos em regime político e nem judicial de exceção”.

“Reitero o conteúdo das decisões anteriores (Eventos 3 e 10), determinando o imediato cumprimento da medida de soltura no prazo máximo de uma hora, face já estar em posse da autoridade policial desdes as 10:00 h, bem como em contado com o delegado plantonista foi esclarecida a competência e vigência da decisão em curso”, escreveu o magistrado.


 

compartilhe esse post:
RSS
Follow by Email
Facebook
Google+
Twitter
whatsapp
publicidade


  • error: Conteúdo protegido !!