Delegado da PF se revolta com exposição no MAM: “Mais uma safadeza disfarçada de arte”


Um dos raros parlamentares (atualmente Deputado Federal) a apoiar publicamente a Operação Lava Jato desde o seu início, o delegado da PF demonstrou sua indignação com relação à exposição ‘pedófila’ exibida no M.AM. (Museu de Arte Moderna de SP).

Vale ressaltar também que Francischini é ex-oficial do Exército e ex-comandante do Batalhão de Operações Especiais da PM do Paraná.

“Mais uma safadeza disfarçada de arte propagada pela esquerda […] o M.A.M. resolveu se superar. Um homem totalmente nu contracenando com uma criança de apenas 4 anos de idade […] Quem me conhece, sabe que convivo muito bem com as diferenças, mas não me venham com valores que tentam destruir a família” disse o deputado.

Pela terceira semana consecutiva, a mídia nojenta deste país (leia-se O Globo, Veja, Época, etc…) tenta manipular a opinião pública dizendo que o MBL ‘boicotou’ uma exposição de arte.

Não mídia nojenta! Não foi o MBL […] foram os cidadãos de bem que se revoltaram contra essa inversão descarada de valores.

Conforme já dissemos antes, o MBL não é flor que se cheire, mas temos que separar o joio do trigo!



leia também:

Museu de arte moderna em SP exibe homem nu no palco e crianças tocam o artista


publicidade


error: Conteúdo protegido !!