Daciolo em 2018: “Pode me chamar de louco. Rússia e China vão tentar matar em massa”

*** conteúdo exclusivo do Diário do Brasil | se for reproduzir, copiar e/ou colar, favor citar a fonte ***

Patrícia Moraes Carvalho | 28/03/2020 | 9:39 AM | DESTAQUES DB
Want create site? Find Free WordPress Themes and plugins.


“Tem um perigo iminente acontecendo … tem uma guerra próxima a estourar”

Em 2018, o então candidato à presidência do Patriota, Cabo Daciolo, roubou a cena durante um debate ao ‘alertar’ a nação brasileira pra uma possível guerra mundial que estaria para ocorrer.

Daciolo citou os jogos de guerra Vostok 2018, exercícios militares realizados numa coalizão formada por China/Rússia/Mongólia/Turquia.

Na época, cerca de 300 mil militares e mais de mil aeronaves de guerra estiveram presentes.

Voltando ao Daciolo …

“O PIB global chegou a um teto e, por isso, vão tentar matar uma massa. Mas Deus está nos levantando para proteger a nação”.


“Às vezes não sei se o louco sou eu ou se são os outros” (Albert Einstein)


confira no vídeo abaixo:

 


 

compartilhe esse post:
Follow by Email
Facebook
Google+
Twitter
Instagram
Did you find apk for android? You can find new Free Android Games and apps.