Cuidado com as notícias vindas do governo: Não houve acordo com os caminhoneiros!


Associação dos Caminhoneiros declara: “Greve só acaba quando acabarem os impostos”

José da Fonseca Lopes (foto esq.), presidente da Associação Brasileira dos Caminhoneiros (Abcam), abandonou uma reunião na Casa Civil antes que ela terminasse.

Percebendo que o governo queria apenas ‘ganhar tempo’, Lopes declarou que a Abcam manterá a greve dos motoristas, mesmo que outras entidades aceitem suspender temporariamente a paralisação.

“Enquanto o presidente do Senado não entregar o projeto votado e assinado pelo presidente Temer, não abandonaremos o movimento”, disse.

De acordo com ele, Eliseu Padilha (ministro da Casa Civil) pediu um “voto de confiança” de três meses para o governo analisar a exigência da redução da carga tributária sobre o diesel.

Em reunião com as lideranças do movimento, ficou decidido que a greve só acabará quando ocorrer uma publicação (no Diário Oficial) zerando a alíquota das contribuições PIS/Cofins e Cide para o diesel.

Parabéns ao guerreiro José da Fonseca Lopes […] esse é ‘cabra macho’ e representa o país inteiro!



compartilhe esse post:
RSS
Follow by Email
Facebook
Google+
Twitter
WHATSAPP
publicidade