Começa o desmonte do PMDB. Dois ministros de Temer aparecem nas primeiras delações da Odebrecht

O colunista Guilherme Amado (do Globo) informou que Paulo Cesena, executivo da Odebrecht Transport, confirmou que fez repasses em CASH (dinheiro vivo, grana, bufunfa, dim dim, cascalho, faz me rir, etc..) para dois ministros de Temer.

São eles, Eliseu Padilha (Ministro Chefe da Casa Civil) e Moreira Franco.

O delator informou que os dois pediram dinheiro em nome do partido, o PMDB.

Em Outubro deste ano, o Estadão publicou uma outra denúncia contra Moreira Franco, porém o executivo delator era outro.

outubroestadao

 

publicidade


error: Conteúdo protegido !!