Ciro Gomes chama militares de ‘cadelas no cio’: “Eu mando e eles obedecem”


Esse é o verdadeiro Ciro Gomes … autoritário, descontrolado e agressivo

Em matéria publicada domingo (09) no Estadão, o comandante do Exército, general Villas Bôas, declarou que “a legitimidade do novo governo pode até ser questionada”, se referindo ao atentado contra Jair Bolsonaro.

O que o general quis dizer é mais ou menos o seguinte: Alguém tentou eliminar o candidato líder nas pesquisas para assumir o poder.

Ciro Gomes, com seu oportunismo eleitoral, teceu duras críticas a Villas Boas:

“No meu governo, militar não fala em política. Se fosse no meu governo, ele estaria demitido e provavelmente pegaria uma cana.”

Sobre o vice de Bolsonaro (general Mourão), Ciro disse:

“O general Mourão é um jumento de carga …” 

E as críticas ao Comandante Geral do Exército continuaram:

Ele (General Villas Bôas) está fazendo isso para tentar calar as vozes das cadelas no cio que estão se animando, o lado fascista da sociedade brasileira”

Pobre Ciro …



O clima ficou pesado nas Forças Armadas

“O Ministério da Defesa inclusive avalia divulgar uma nota sobre o caso na qual deve defender o Exército, a Marinha e a Aeronáutica”, informou a revista Crusoé.


compartilhe esse post:
RSS
Follow by Email
Facebook
Google+
Twitter
WHATSAPP
publicidade


  • error: Conteúdo protegido !!