Chamado de ‘herói anti-vírus’, médico de 29 anos morre após trabalhar por 35 dias seguidos

*** conteúdo exclusivo do Diário do Brasil | se for reproduzir, copiar e/ou colar, favor citar a fonte ***

Guilherme Santiago | 28/03/2020 | 12:03 PM | INTERNACIONAL
Want create site? Find Free WordPress Themes and plugins.


Um médico de 29 anos morreu após sofrer um AVC depois de ter trabalhado por 35 dias seguidos durante a crise do coronavírus na China .

O anestesista Dong Tian trabalhou consecutivamente por mais de um mês na unidade de terapia intensiva do Hospital Zhijiang.

No dia 2 de março de 2020, uma semana antes de seu aniversário, ele entrou em colapso.

O derrame não teve relação com o vírus chinês.

“O colega Dong Tian foi eficiente e proativo em seu trabalho. Ele respeitava os líderes e era gentil com as pessoas”, disseram seus colegas no hospital.

Um de seus amigos de profissão se referiu a ele como um exemplo dos “médicos milenares” :

“Ele sacrificou sua juventude e paixão por uma carreira médica.”

Dong Tian deixa sua esposa e um pai doente … ele foi enterrado em sua terra natal, Dangyang.

Segundo a matéria do Daily Mail, alguns dos participantes fizeram uma cartaz no funeral com os dizeres:

“Bem-vindo à casa, herói anti-vírus, Dong Tian”.


 

compartilhe esse post:
Follow by Email
Facebook
Google+
Twitter
Instagram
Did you find apk for android? You can find new Free Android Games and apps.