Caso da TV de R$ 279,00 repercute no exterior: “Brasileiros são desonestos, merecem os políticos que têm”


O fato aconteceu no último sábado(12), véspera do Dia dos Pais

Sam’sClub, um supermercado situado na cidade de Natal (RN), anunciou um produto com um preço bem abaixo do praticado pelo mercado.

A Smart TV Samgung de 55 polegadas (que normalmente custa entre R$ 2.700,00 a R$ 3.500.00) foi anunciada por R$ 279 reais.

Na etiqueta (foto acima) ainda havia opções de parcelamento … 10 prestações de 27,90 ou 24 prestações de 14,90 reais.

Diversos consumidores (agindo de ma-fé e tentando aplicar a Lei de Gerson) tentaram comprar a Smart TV pelo valor da etiqueta e a confusão foi criada!

O gerente alegou que houve um erro ‘humano’ e o valor real do produto era R$ 2.999,00.

Ninguém deu ouvidos para o funcionário e a gritaria começou.

Até o Procon do RN teve que ser acionado para tentar solucionar o conflito […] e pasmem vocês, tomou ‘as dores’ dos consumidores, mesmo sabendo que eles estavam errados:

“Nós recomendamos que o estabelecimento fizesse a venda pelo valor anunciado …”  afirmou o coordenador-geral do Procon-RN.


CASO REPERCUTIU NO EXTERIOR

Através das redes sociais, o caso chegou até o exterior e os internautas ficaram revoltados com a falta de sensibilidade e a desonestidade dos brasileiros.

Um site (NewsAbBC) especializado em economia publicou uma nota no rodapé:

“Brasileiros reclamam que são roubados pelos políticos, reclamam que seus impostos são os maiores do mundo, reclamam que o país não oferece empregos e oportunidades, enfim, reclamam de tudo […] e quando eles têm a oportunidade de colocar a cidadania em prática, querem passar os outros para trás. Esse caso da TV que foi anunciada com o preço errado reflete bem o caráter de um povo. Eles merecem o governo que têm”

Ficou ruim pra gente, né?

Infelizmente, os bons sempre acabam pagando pelos maus.


leia também:

Americano revoltado escreve texto e viraliza na internet: “20 razões porque eu odeio o Brasil e os brasileiros”


Há 146 anos, um maçom previu que a esquerda destruiria o mundo: “ateísmo, selvageria e agitação”


publicidade


error: Conteúdo protegido !!