Candidato Luciano Huck é sócio de loja que pendurou manequins negros de ponta-cabeça


A marca carioca Reserva, que tem o apresentador global Luciano Huck como sócio, se tornou alvo de acusações de racismo por causa de uma vitrine em um shopping Riosul da na zona sul do Rio de Janeiro

Internautas acharam ofensivo o fato de manequins negros estarem pendurados de cabaça para baixo.

A assessoria de imprensa da Reserva disse que os manequins, tradicionalmente pintados de preto, são pendurados pelos pés em todas as liquidações da marca.

O letreiro da loja também é invertido na época de saldão.

Tal ato representaria a expressão “O Patrão está maluco” e não teria qualquer intenção de praticar racismo.


compartilhe esse post:
RSS
Follow by Email
Facebook
Google+
Twitter
WHATSAPP
publicidade