Cabral enfrenta juiz durante audiência, cita a família do magistrado e é transferido para presídio federal

Marcelo Bretas, juiz da 7ª Vara Federal Criminal do RJ, ordenou que Sérgio Cabral (PMDB) seja transferido para um presídio federal

Ministério Público Federal, que fez o pedido, alegou que Cabral continua recebendo informações importantes dentro da cadeia […] tais informações incluem até relatos sobre a vida pessoal do juiz Marcelo Bretas e de sua família.

Há cerca de seis meses, Bretas precisou pedir escolta da PF e um veículo blindado.

Durante uma audiência, o ex-governador do Rio disse que comprou jóias com dinheiro de caixa 2, mas decidiu levar o depoimento para o lado pessoal do juiz, que acabou ficando irritado com as ironias.

Cabral sugeriu que Bretas não compreende o “modus operandi” de negociações com com ‘jóias’, pois a família dele trabalha com bijuterias.

“Não se lava dinheiro comprando joias. Vossa excelência tem um relativo conhecimento sobre o assunto, porque sua família mexe com bijuterias”

O juiz interrompeu Cabral e pediu que ele simplesmente respondesse os questionamentos que estavam sendo feitos.

Minutos depois, a discussão foi retomada:

“Sou injustiçado. O sr vê em mim uma possibilidade de gerar uma projeção pessoal” disse Cabral.

Bretas então respondeu:

“Não vejo com bons olhos o interesse do acusado de informar que minha família trabalha com bijuteria. É o tipo de coisa que pode ser interpretada (sublinarmente ) como um tipo de ameaça”

Ao final da audiência, o juiz determinou que Cabral fosse transferido para uma penitenciária federal.



 

 

compartilhe esse post:
RSS
Follow by Email
Facebook
Google+
Twitter
whatsapp
publicidade


  • error: Conteúdo protegido !!