Brasil (em 1960) e o Esquadrão da Morte: “Para cada policial morto, dez bandidos morriam”

Nos tempos atuais, o número de policiais mortos nas ruas por bandidos é alarmante e, infelizmente, não há esforços para que isso acabe.

Em São Paulo e no Rio de Janeiro, durante a década de 60, a situação se resolvia mais ou menos assim:

“Para cada policial morto, dez bandidos vão morrer” esse era o lema do esquadrão da morte.

O esquadrão tinha 30% de policiais e contava com a participação de civis como advogados, médicos, dentistas, juízes, promotores, enfim, gente de todas as atividades.

Imagine só se a deputada Maria do Rosário tivesse vivido nessa época !!!



 

 

 

publicidade


error: Conteúdo protegido !!