Há 50 anos, CPF de Marighella era cancelado: “Pregava o extermínio da Polícia e das Forças Armadas”

Amanda Nunes Brückner | 04/11/2019 | 6:00 AM | MÍDIA
Want create site? Find Free WordPress Themes and plugins.


Vídeo de Bolsonaro no final da matéria

Um rápido resumo de quem foi Carlos Marighella:

Nasceu em 1911, na cidade de Salvador, Bahia. Foi militante político, abandonou seus estudos de Engenharia Civil e se filiou ao Partido Comunista Brasileiro (PCB).

Foi preso inúmeras vezes.

No ano de 1964, entrou em confronto direto com a polícia bradando a favor do comunismo.

Em 1967, formou o grupo Ação Libertadora Nacional, cujo objetivo principal era treinar grupos guerrilheiros para formar um movimento armado urbano.

O segundo objetivo desse grupo foi arrecadar 500 mil dólares realizando uma série de assaltos a banco na cidade de São Paulo.

Na primeira ação, eles conseguiram roubar 10 mil dólares de uma instituição bancária.

Em 1968, foi descrito (pelas autoridades) como “líder terrorista”.

No dia 4 de novembro de 1969, em uma ação planejada pela Delegacia de Ordem Política e Social, Carlos Marighella foi morto em São Paulo, aos 57 anos.


Palavras do Presidente


 

Did you find apk for android? You can find new Free Android Games and apps.