Bolsonaro comenta matéria da Veja que chamou avó de Michelle (78 anos) de “traficante’

Amanda Nunes Brückner | 16/08/2019 | 6:28 PM | MÍDIA
Want create site? Find Free WordPress Themes and plugins.


Em termos financeiros e também de caráter, a revista Veja chegou ao fundo do poço.

Numa tentativa covarde para atingir o presidente Bolsonaro, o veículo de comunicação atacou a avó da primeira-dama, Michelle Bolsonaro, uma senhora de 78 anos, cardíaca e portadora da doença de Parkisson.

Em matéria publicada hoje (16), a revista acusou a avó de Michelle de ‘tráfico de drogas’:

Diz a Veja:

“Dona Aparecida, a avó, nem sempre foi a pessoa de saúde frágil e indefesa que hoje cobra um pouco de atenção da neta. Antes de se aposentar, ela tentou ganhar a vida traficando drogas. VEJA localizou nos arquivos da 1ª Vara de Entorpecentes e Contravenções Penais do Distrito Federal o processo que detalha o dia em que Maria Aparecida Firmo Ferreira, então com 55 anos, foi presa em flagrante. Em 1997, a avó da primeira-­dama era conhecida nas ruas como “Tia” e, segundo a polícia, sua principal atividade era vender drogas no centro de Brasília. Em julho daquele ano, ela foi surpreendida com 169 “cabecinhas de merla”, um subproduto da cocaína. No auto de prisão, ao qual VEJA teve acesso, os policiais contaram ter recebido uma denúncia anônima de tráfico numa região que fica a apenas 3 quilômetros do Palácio do Planalto. Ao chegarem ao local indicado, eles encontraram Aparecida. Dentro de uma sacola que ela carregava, além da “merla”, estavam dois relógios e dezesseis vales-transporte. Na delegacia, ela confessou o crime.”Pois bem, a mesma revista volta a carga nesta sexta-feira (16) e desta feita as acusações são bem mais sérias.

Agora eu te pergunto, prezado usuário?

Qual a relação entre essa senhora doente (que já foi condenada e cumpriu sua pena) com os atuais problemas do Brasil?


Bolsonaro disse que Michelle está arrasada

De acordo com o presidente, a dona Maria Aparecida Firmo Ferreira realmente foi condenada em 1997 a uma pena de 3 anos de prisão por Tráfico de Drogas.

Ela cumpriu a sua pena e está quites com a Justiça. Não deve mais nada.

Em razão da estupidez da notícia, a ‘velhinha’ é principal prejudicada com a divulgação e não o presidente Bolsonaro, que declarou:

“ … agora está todo mundo sabendo na vizinhança que ela foi condenada no passado e cumpriu pena três anos de cadeia”, disse Bolsonaro.

O presidente ainda questionou:

“Qual o ganho jornalístico disso?”


 

Did you find apk for android? You can find new Free Android Games and apps.