“Autor de estudo que demonizou a hidroxicloroquina tem ligação com indústrias farmacêuticas”

Amanda Nunes Brückner | 30/05/2020 | 2:59 AM | BRASIL
Want create site? Find Free WordPress Themes and plugins.

A hidroxicloroquina/cloroquina foi satanizada pela mídia, por diversos especialistas, por políticos oportunistas, enfim, pessoas deixaram de tomar o medicamento [e médicos deixaram de receitá-lo] simplesmente por medo.

Em Manaus, por exemplo, houve um estudo que praticamente envenenou 11 pacientes com doses cavalares do medicamento … tudo feito meticulosamente com o objetivo de desacreditar a droga.

Na manhã de ontem (29), um grupo formado por mais de 100 cientistas e médicos questionaram a autenticidade de um estudo divulgado pela revista científica The Lancet.

O documento mostrava que o uso da hidroxicloroquina em pacientes com COVID-19 aumentou os riscos cardíacos e de morte.

A publicação fez com que Organização Mundial de Saúde (OMS) se mobilizasse para suspender novos estudos.

“Em uma carta aberta ao editor do The Lancet, Richard Horton, e aos autores do artigo, os cientistas pediram à revista que fornecesse detalhes sobre a procedência dos dados e pediram que o estudo fosse validado de forma independente pela Organização Mundial da Saúde ou por outra instituição”, destaca um trecho da matéria do The New York Times.

Já a carta aberta dos profissionais fala que os autores “não aderiram às práticas padrão na comunidade de aprendizagem de máquinas e estatística”. “Eles não divulgaram seu código ou dados. Não há compartilhamento de dados/código e declaração de disponibilidade no artigo”, destaca um trecho do documento.

Há cerca de uma semana, o Professor doutor Marcos Sabri, da UFPI, faz uma excelente análise crítica sobre o estudo da hidroxicloroquina, publicado pelo The Lancet.

Assim como a dra. Nise Dra. Yamaguchi , o Dr. Marcos foi enfático ao dizer que o medicamento deveria ser indicado para pacientes já nos primeiros dias do sintomas.

Preste muita atenção a partir do minuto 8:35 vídeo abaixo:

“Em todo estudo, é necessário que o autor declare se possui ligação com alguma empresa que possa ter interesse naquele resultado … o autor principal desse estudo tem ligação com mais de 10 empresas farmacêuticas e outras empresas que têm interesse no resultado direto desse estudo”

Confira a análise completa abaixo:


 

 

compartilhe esse post:
Follow by Email
Facebook
Google+
Twitter
Instagram
Did you find apk for android? You can find new Free Android Games and apps.