Após 20 anos de Rede Globo, jornalista demitido abre o jogo: "A Globo não é dona do Brasil" | Diário do Brasil

Após 20 anos de Rede Globo, jornalista demitido abre o jogo: “A Globo não é dona do Brasil”

Após 20 anos de emissora,  Sidney Rezende, um dos jornalistas mais respeitados do país, esperou o fim de seu contrato com a Rede Globo, e resolveu quebrar o silêncio

Sidney criticou a emissora durante a entrega do prêmio Melhores do Carnaval, no Rio.

Ele pegou o microfone e protestou contra o monopólio da emissora.

“A Globo não é dona do Brasil,  a Globo não é dona do futebol e a Globo não é dona do carnaval”, exclamou para os presentes. Incisivo, ele foi além: “Aqueles que são importantes, que têm o poder, eles não podem impedir que as expressões populares do nosso país funcionem de uma maneira mais clara”.

Resende é um dos fundadores do canal de tv a cabo da Globo, a GloboNews e fazia duras críticas contra Dilma Rousseff e Lula.

Assista ao protesto de Rezende: *** a partir dos 40 segundos ***



 

compartilhe esse post:
Follow by Email
Facebook
Google+
Twitter
Instagram