Antes de morrer, jornalista publicou: “A alta cúpula do judiciário pode estar entre as delações”

10/11/2018

Want create site? Find Free WordPress Themes and plugins.


Há cerca de 1 ano e meio, o falecido jornalista Jorge Bastos Moreno, do Globo, alertou que havia caroço no angu do judiciário

Renomado advogado, considerado um dos melhores do país, soube que estava na mira das investigações.

Não pensou duas vezes: procurou investigadores para oferecer tudo que sabe sobre o Judiciário — e relatou detalhes das relações nada republicanas com integrantes do Superior Tribunal de Justiça e também do Supremo Tribunal Federal.

Detalhe: entregou nome de ministros.

Quem teve acesso às negociações diz que não vai sobrar pedra sobre pedra quando a delação for fechada.

O Brasil precisa ser passado a limpo!

Não interessa se é político, ministro do STF ou até o Papa!

Será que é por esse motivo que a alta cúpula do judiciário tem tomado tantas decisões incompreensíveis nos últimos meses?



 

compartilhe esse post:
Follow by Email
Facebook
Google+
Twitter
Instagram
Did you find apk for android? You can find new Free Android Games and apps.