Alto Comando do Exército se reúne com presidente Bolsonaro: “Se Maduro bancar o louco, haverá retaliação”

Guilherme Santiago | 22/02/2019 | 10:04 PM | GOVERNO
Want create site? Find Free WordPress Themes and plugins.

O vice-presidente Hamilton Mourão sempre teve um tom ‘mais ameno’ do que  o presidente Jair Bolsonaro, porém quando é necessário ‘arrepiar o cabelo’ e subir o tom, ele não pensa duas vezes.

Sobre a instalação de mísseis (ordenada por Maduro) na fronteira Brasil/Venezuela, o vice-presidente reagiu:

“ …  não entraremos em uma situação bélica com a Venezuela, a não ser que sejamos atacados, aí será diferente … só se o Maduro for louco a esse ponto”, advertiu o general. 

Maduro, que continua ocupando temporariamente o cargo usurpado de presidente da Venezuela, está brincando com fogo e corre o risco de ser linchado em praça pública por seu próprio povo, assim como aconteceu com o ditador sírio Muammar al-Gaddafi.

A esquerda (de Lula, Adélio Bispo, Freixo, Boulos, Dilma, Gleisi, Jean Wyllys, etc…) continua quieta e assiste o massacre do povo venezuelano com uma omissão criminosa e velada.

O presidente Jair Bolsonaro está reunido neste exato momento (18h:30) com a alta cúpula do Exército Brasileiro e já foi feito um contato direto com o presidente Donald Trump e outros líderes de países que fazem parte do Acordo de Lima.

MAKTUB: O fim Maduro já está desenhado … ou ele foge da Venezuela usando a proteção de Vladimir Putin e se refugia da Rússia ou será morto … quer seja pelas mãos de forças especiais norte-americanas, quer seja pelas mãos dos venezuelanos.


 

 

compartilhe esse post:
Follow by Email
Facebook
Google+
Twitter
Instagram
Did you find apk for android? You can find new Free Android Games and apps.