“Afrodescendente de Taubaté” : Homem se pinta de negro para entrar em concurso por cotas

Edson Jorge Silveira | 08/06/2019 | 4:49 PM | COTIDIANO
Want create site? Find Free WordPress Themes and plugins.


Para enganar os avaliadores, ele pintou a pele e usou lentes escuras

Lucas Soares Fontes, um homem de olhos verdes e pele branca, passou num concurso público do INSS como ‘cotista negro’.

Ele ocuparia o cargo em uma agência na cidade de Além Paraíba (MG), porém após uma denúncia anônima, o ‘branquelo’ foi eliminado da seleção através de um processo administrativo disciplinar movido pelo superintendente do INSS no Sudeste, Paulo Cirino.

Para tentar ingressar no certame por meio do sistema de cotas, Lucas enviou uma foto na qual se pintou e usou lentes pretas para mascarar o tom dos olhos. Após ser notificado pelo órgão e lhe ser solicitado que enviasse novas fotos, o candidato escreveu em um e-mail direcionado à Divisão de Desenvolvimento de Carreiras do INSS, informando que na certidão de nascimento dele constava a cor “parda”.

Também foi comprovada a participação dele em outros processos seletivos através de cotas, em que teria sido “aprovado e homologado”.

Entre as instituições estariam a Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF), a Universidade Estadual do Rio de Janeiro (Uerj), o Conselho Regional de Psicologia e o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).




 

Did you find apk for android? You can find new Free Android Games and apps.