A última lambança de Temer: Presidente sanciona aumento de salários no STF | Diário do Brasil

A última lambança de Temer: Presidente sanciona aumento de salários no STF

Prazo do presidente para sancionar ou vetar o reajuste venceria nesta semana

O presidente Michel Temer sancionou hoje (26) o reajuste para ministros do Supremo Tribunal Federal (STF).

Luiz Fux, ministro do Supremo, revogou o auxílio-moradia para juízes, integrantes do Ministério Público, Defensorias Públicas e tribunais de contas com o objetivo de ‘supostamente’ reduzir o impacto nas contas públicas.

Os salários dos ministros do STF passarão de R$ 33 mil para R$ 39 mil.

Efeito cascata

O aumento poderá causar um rombo de quase R$ 7 bilhões por ano nas contas públicas.

Com a sanção do presidente Temer, outros salários do funcionalismo público (presidente, deputados, senadores, ministros, etc…) também serão reajustados, já que os vencimentos do STF servem de ‘base’ para o cálculo dos salários da máquina pública.

Enquanto isso, mais de 14 milhões de pessoas estão sem emprego.


 

compartilhe esse post:
Follow by Email
Facebook
Google+
Twitter
Instagram