A Lava Jato de São Paulo que pegar o Geraldo!

O candidato à Presidência foi citado por delatores da Odebrecht como beneficiário de recursos não contabilizados para campanha eleitoral

O MPF pediu ao vice-procurador da República que remeta “com urgência” o inquérito sobre Geraldo Alckmin (PSDB) para a primeira instância.

Citado por delatores da Odebrecht, o ex-governador é apontado como beneficiário de ‘caixa 2’ durante sua campanha eleitoral.

As investigações sobre Alckmin (vulgo picolé de chuchu) eram de competência do STJ, mas o tucano renunciou ao cargo de governador para concorrer à Presidência, consequentemente ele perdeu o foro privilegiado.

Benedicto Barbosa Junior, Carlos Armando Paschoal e Arnaldo Cumplido (ex-colaboradores da Odebrecht ) citaram repasses de recursos a Alckmin que não foram contabilizados e declarados ao TSE.

A Lava Jato de São Paulo que pegar o Geraldo!


 

compartilhe esse post:
RSS
Follow by Email
Facebook
Google+
Twitter
whatsapp
publicidade


  • error: Conteúdo protegido !!