1/4 dos países do globo já fecharam acordo com a Lava-Jato

De acordo com matéria do Estadão, os acordos jurídicos foram fechados com base em tratados e convenções internacionais

Autoridades do Brasil poderão requisitar a outros países que façam oitivas de pessoas (testemunhas ou investigadas) para que eles possam cooperar na produção e compartilhamento de provas documentais, quebra de sigilos bancário, telefônico, de e-mails, e também bloqueios de bens e/ou valores para prisões e extradições.

A lista inclui 55 países. Entre eles estão:

Estados Unidos, Suíça, Itália, Dinamarca, Suécia, Noruega, Cingapura, Gibraltar, Liechtenstein, Ilhas Cayman, Uruguai, Canadá, Panamá, República Dominicana, Guatemala, Peru, Ilhas de Man, Andorra, Alemanha, Rússia, Macau, China, Cingapura, Hong Kong, entre outros.

Dados apresentados pela força-tarefa da Lava Jato mostram que a cada três dias, uma nova solicitação de cooperação é feita com outros países.

De 2014 até 2018 foram feitas 570 solicitações.

As cifras estimadas em movimentação ilegal (operações financeiras fraudulentas e fictícias) ultrapassam US$ 1,6 bilhão e envolvem três mil empresas offshores em mais de 50 países distintos.

Agora os petistas vão dizer que o golpe é mundial!

Vão alegar que esses 55 países estão conspirando contra Lula.


leia também:

podrept

Dr. Ives Gandra: “O PT queria controlar a Polícia Federal, manipular o Ministério Público e calar a imprensa”


 

publicidade

  • error: Conteúdo protegido !!