Wall Street Journal dá nome aos bois: “Se fraude política fosse crime, Lula e FHC já estariam condenados”

lulafhc

O jornal norte-americano Wall Street Journal publicou aquilo que nós brasileiros já sabíamos: Lula é uma fraude! E FHC também!

Com o nome de “Como Lula enganou o mundo”, a matéria faz um comparativo entre o Brasil de 2009 (quando foi escolhido para sediar as Olimpíadas ) e o Brasil real, da Rio 2016.

publicidade

A matéria cita que, na época da gestão do ex-presidente Lula (PT), a impressão que se tinha era de que o Brasil caminhava para um rumo certo e as Olimpíadas seriam uma grande vitrine para alavancar o Brasil para o primeiro mundo.

O teto diz que “Lula era o homem de esquerda, mas não era Hugo Chávez. O Brasil se preparava para tomar o seu lugar como uma superpotência econômica mundial.”

A colunista comenta que os Jogos Olímpicos da Rio 2016 deveriam mostrar o “paraíso socialista” tão falado pelo presidente petista.

“O Brasil deveria um país que proporcionasse a seus cidadãos habitações a preços acessíveis, empresas líderes industriais nacionais e grandes redes de transporte público, ambiente perfeito para proporcionar uma experiência tranquila e amigável ao meio ambiente”.

A REALIDADE É OUTRA

O Brasil encontrado pela colunista Mary Anastasia O’Grady foi outro!

Ela cita problemas nas datas de entrega da Vila Olímpica, a poluição da Baía de Guanabara, a linha de metrô que ficou pronta a dias dos Jogos, enfim, o Brasil que Lula prometeu é um […] o Brasil da realidade é outro.

Mary nomeia isso como “fraude política”.

A concessão de créditos cedidos pela Caixa Econômica Federal e pelo BNDES deveriam alavancar a economia, porém colocaram o Brasil nas piores posições mundiais no quesito empreendedorismo.

“Os políticos do Brasil querem a grandeza de primeiro mundo, mas insistem em preservar as instituições do terceiro”, diz O’Grady citando o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso com sua política de independência do Banco Central.

“Se fraude política para liderar uma nação à ruína fosse um crime, ambos (Lula e FHC) já teria sido condenados”.

publicidade