Viúva de coração partido tenta ressuscitar o marido durante 4 meses usando água benta e orações

idosa76anos

idosa76anos

Uma aposentada de 76 anos de idade surpreendeu a todos quando não informou a morte de seu marido de 87 anos às autoridades locais

Moradora do distrito central de Volgograd, na Rússia, a ex-fisioterapeuta acreditava que poderia ressuscitar o amado através de orações a água benta.

publicidade

De acordo com  informações da Kuban Info, a aposentada não conseguiu lidar com a perda do companheiro e dedicou quatro meses tentando ressuscitá-lo usando ritual utilizado localmente pelos católicos.

O corpo do marido foi descoberto acidentalmente quando a velhinha inundou o apartamento do andar de baixo e o vizinho invadiu sua casa para desligar a água.

O morador encontrou um corpo completamente mumificado deitado no sofá da sala e acionou a polícia.

Médicos forenses alegaram que o homem estaria morto há pelo menos quatro meses. O laudo também confirmou que o homem não apresentava sinais violência, certificando a causa mortis como decorrente de causas naturais.

Outros vizinhos relataram que sentiram um cheiro estranho saindo do apartamento da velhinha, mas não faziam ideia do que se tratava.

A mulher contava aos visitantes e vizinhos que o marido estava cansado demais e precisava de repouso. Ela chegou a impedir os próprios filhos de visitarem o pai.

A polícia descreveu que a mulher era obcecada com o trabalho de um russo chamado Leonid Konovalov, que apresentava um programa de TV em que ele tentava se comunicar com os mortos.

No laudo oficial dos investigadores constava a seguinte frase:

“Descobriu-se que ela era fascinada pela medicina alternativa e acreditava que, pela aspersão de água benta sobre o marido, seria capaz de trazê-lo de volta à vida ”.

(The Mirror – Tradução Diário do Brasil)

publicidade