TSE tem provas suficientes para cassar Michel Temer. Novo presidente pode ser eleito por voto indireto

temerfui

O TSE já tem indícios suficientes para provar que o financiamento de campanha da chapa Dilma/Temer se beneficiou de verbas desviadas do esquema criminoso proveniente da Petrobras

Nesse caso, os dois teriam que ser depostos.

publicidade

O blog do Josias de Souza informou que tais evidências documentais e testemunhais são suficientes para cassar a chapa PT/PMDB.

Como Dilma já ‘rolou rampa abaixo’ no Planalto, a bola da vez é presidente Michel Temer.

Caso a chapa seja cassada pelo TSE até o dezembro de 2016, poderá haver novas eleições diretas para presidente da República.

Se o julgamento for ’empurrado’ para 2017, caberá ao Congresso Nacional apontar o nome do próximo presidente através de eleição indireta.

publicidade