Tognolli: Novo ministro da Justiça poderá dar um golpe na Lava-Jato

aragaogolpe

Diante da posse do novo ministro da Justiça [Eugênio Aragão], o colunista Claudio Tognolli, do Yahoo Notícias, fez uma análise fria e realista do que poderá acontecer com a operação Lava-Jato

Vale a pena compartilhar o raciocínio de Tognolli:

publicidade

Eugênio Aragão, novo ministro da Justiça do governo Dilma, ameaçou:

“A PF está sob nossa supervisão. Se eu tiver um cheiro de vazamento, eu troco a equipe. Agora, quero também que, se a equipe disser ‘não fomos nós’, que me traga claros elementos de quem vazou porque aí vou ter de conversar com quem de direito. Não é razoável, com o país num momento de quase conflagração, que os agentes aproveitem esse momento delicado para colocar gasolina na fogueira”.

Delcídio do Amaral denunciou:

O ex-ministro da Justiça , José Eduardo Cardozo, soube antecipadamente da condução coercitiva de Lula. E vazou o depoimento de Delcídio, em delação premiada, para abafar a prisão de Lula na mídia.

O ALERTA DE TOGNOLLI

Sabem o que vai acontecer?

Mais do mesmo: o novo ministro da Justiça, Eugênio Aragão, irá vazar coisas da Lava Jato, vai trocar policiais federais, acusá-los do vazamento, e botar no lugar deles gente de sua confiança.

Esse é o novo golpe contra a Lava Jato. Façam suas apostas…

publicidade