(The Sun) Torre 7 do World Trade Center: Novo e chocante relatório diz que prédio foi implodido à distância

tower7

O que teria causado o colapso da Torre 7 do World Trade Center?

Um novo e chocante relatório do 9/11 insiste que a torre foi implodida.

publicidade

Técnicos especialistas da a Universidade do Alasca afirmam que ocorreu uma implosão controlada à distância.

De acordo com relatórios oficiais do governo, o colapso da Torre 7 do World Trade Center,  que ficava próxima às Torres Gêmeas de Nova York,  teria sido causada por incêndios e explosões que ocorreram em vários andares durante os ataques terroristas de 11 de setembro.

Na versão oficial, detritos de fogo que caíram das torres gêmeas voaram em direção à Torre 7 e espalharam faíscas por todo o edifício.

O calor gerado pelas faíscas iniciou um incêndio que culminou com o desmoronamento do prédio, concluiu o Instituto Nacional de Padrões e Tecnologia americano.

Foi o primeiro e único arranha-céu de aço do mundo a entrar em colapso por causa do fogo. Algo realmente anormal.

Agora um grupo de engenheiros da Universidade do Alasca alegam que “os detritos que caíram das Torres Gêmeas” não poderiam ter causado a destuição da Torre 7.

Em um congresso realizado no Justice In Focus Symposium, em Nova York, o líder J. Leroy Hulsey revelou:

“Nossas conclusões preliminares baseadas em pesquisas apontam que o fogo não produziu a queda deste edifício em particular.”

Em 1991, um arranha-céu na Filadélfia queimou por 18 horas e não entrou em colapso.

Em Madrid (2005)  também um arranha-céu permaneceu com a estrutura intacta após um incêndio que devastou o edifício.

A torre 7 abrigava alguns inquilinos incomuns – incluindo o Serviço Secreto, a CIA, o Departamento de Defesa e o Escritório de Gerenciamento de Emergência do Governo, que coordenariam qualquer resposta a um desastre ou a um ataque terrorista.

Apesar dos destroços que atravessaram as janelas e as chamas em vários andares, não há provas de que alguém tenha morrido na Torre 7 – localizada a cerca de 100 metros das Torres Gêmeas – no dia dos ataques.

(The Sun)

 


leia também:

johnlear21

Ex-piloto e ex-agente da CIA choca o mundo: “Nenhum avião atingiu as torres gêmeas. Eram hologramas”


publicidade