Terceira barragem de Mariana está trincada e pode se romper a qualquer momento

TerceiraBarragem

O corpo de bombeiros informou na última sexta (13) que identificou, com ajuda de um drone, uma trinca de cerca de três metros na barragem Germano, a terceira da Samarco em Mariana e a única que não se rompeu.

Representantes da mineradora Samarco, cujos donos são a Vale e a anglo-australiana BHP, admitiram hoje (17/11) que há risco de rompimento nas barragens de Santarém e Germano – que ficam perto da que se rompeu no dia 5 de novembro, em Mariana, na Região Central de Minas Gerais.

publicidade

O acesso ao distrito de Bento Rodrigues foi fechado pela PM, por segurança. Ninguém desce mais até os escombros. A polícia militar também informou que a empresa já está tomando providências para evitar nova tragédia.

As famílias que vivem na região da barragem de Germano, em Mariana-MG, serão transferidas do local “por medida de segurança”.

O governo do Estado de Minas afirmou que o realocamento das famílias “é uma medida de prevenção, que visa garantir a segurança dos moradores”.

O presidente de Samarco afirmou que há bombeiros reparando uma das paredes da barragem de Germano. “As estruturas estão sendo estabilizadas, mas é preciso reforçar a segurança de uma das paredes. Isso está sendo realizado com o apoio dos bombeiros para garantir a segurança das pessoas”, afirmou Vescovi.

Por causa das intervenções, o Corpo de Bombeiros mudou o planejamento das buscas, deslocando as equipes para as regiões mais altas de Bento Rodrigues e intensificando os trabalhos feitos com helicópteros.

O governo do Estado divulgou comunicado negando que tivesse ocorrido um novo rompimento de barragem, desta vez na de Germano. A população está em pânico por causa de rumores sobre fissuras e até rompimento dessa barragem.

(redação Diário do Brasil com informações do Estado de Minas)

publicidade