Temer sem creme de avelã! Planalto decide cancelar ‘lanchinhos de luxo’ no avião presidencial

O Governo Federal decidiu na tarde de hoje (27) cancelar a licitação para a compra de alimentos que abasteceriam os aviões da Presidência da República

Entre os produtos que iriam ‘lambuzar’ a nata da política brasileira, havia 500 potes de sorvete tipo premium e cremes de avelã, todos importados.

A informação foi confirmada pelo repórter da Globo News, Gerson Camarotti, que conversou diretamente com Eliseu Padilha, ministro-chefe da Casa Civil.

Padilha argumentou que desde 2009 não havia licitação para esse tipo de gasto.

A maioria dos produtos que estava na lista continha preços bem acima dos praticados no varejo, além de serem totalmente supérfluos.

Falando em supérfluo, o avião presidencial também é algo dispensável em tempos de crise. Porque não?

 

publicidade
error: Conteúdo protegido !!