Temer muda o tom da conversa e orienta seus ministros: “Não aceitem provocações, reajam […] bateu, levou!”

bateulevou

Em sua primeira reunião ministerial, o presidente Michel Temer mudou o tom do discurso

O presidente disse que não aceitará que ele e sua equipe de governo sejam chamados de Golpistas.

publicidade

“Não fiquem quietos. Isso aqui é um governo, não é uma ação entre amigos” disse.

“Golpista é quem derruba a Constituição e nós nunca quisemos a ruptura da Lei máxima do Brasil”  bradou Temer.

publicidade