Colombiano que sobreviveu à tragédia aérea diz que se salvou porque seguiu protocolo de segurança

erwin12

Erwin Tumiri, um dos sobreviventes da tragédia aérea com o voo da Chapecoense, na madrugada de hoje (29), concedeu uma entrevista para a rádio Caracol, da Colômbia.

publicidade

Tumiri era integrante da tripulação do avião e relatou que ele e a companheira de trabalho (Ximena Suárez) seguiram à risca os protocolos de segurança de acidentes aéreos, motivo pelo qual eles sobreviveram:

“Eu sobrevivi porque segui os protocolos. Muitos se levantaram das cadeiras e começaram a gritar. Eu coloquei as malas entre minhas pernas e fiz a posição fetal que se recomenda nos manuais de acidentes”, publicou o jornal Los Tiempos.

ouça o áudio abaixo gravado pelo dono do hangar:


leia também:

lamiapilot

Mídia da Colômbia informa que piloto da Lamia não informou a torre sobre falta de combustível


guns29b

Banda Guns N’ Roses faz homenagem ao time da Chapecoense nas redes sociais


 

publicidade