Rússia entra na briga contra o Estado Islâmico e Putin avisa: ” Vamos castigar esses criminosos “

PutinIslamicState

O presidente ruso Vladimir Putin afirmou que a queda de um Airbus de uma companhia russa no final de outubro foi um atentado. 224 pessoas morreram

Putin prometeu vingança contra os responsáveis e anunciou que a campanha aérea na Síria será intensificada. “Podemos dizer que se trata de um atentado”, disse o presidente em comunicado divulgado pelo Kremlin.

publicidade

“Durante o voo foi ativado um artefato explosivo de fabricação caseira com potência equivalente a um quilo de explosivos”.

O diretor do Serviço Secreto Russo (FSB), Alexander Bortnikov, também afirmou que o desastre aéreo foi um ato terrorista. No mesmo dia em que a aeronave foi abatida, o Estado Islâmico anunciou que havia derrubado o Airbus em resposta aos ataques russos no território sírio.

— Não vamos secar nossas lágrimas, isso nos marcará para sempre. Mas não nos impedirá de encontrar e castigar os criminosos — disse Vladimir Putin.

A agência de notícias russa Interfax anunciou que o FSB está oferecendo US$ 50 milhões como recompensa por informações que levem à captura dos autores do crime.

Assim que o do presidente russo foi feito, uma fonte do governo francês informou que a Rússia realizou ataques aéreos na Síria no principal reduto do EI, a cidade de Raqqa.

“Neste momento, os russos estão em processo de atingir fortemente a cidade de Raqqa, provando que eles estão se tornando conscientes (da ameaça do EI) ” afirmou a fonte.

publicidade