Reforma trabalhista rural: “Jornada diária de 12 horas (7 dias por semana) e salário pago com ‘casa e comida’

02/05/2017

Want create site? Find Free WordPress Themes and plugins.

A Câmara dos Deputados, com apoio do governo, estuda algumas mudanças nas leis do trabalho daqueles que exercem suas funções no meio rural.

A proposta poderá autorizar que as empresas não paguem seus funcionários com salário e sim com uma “remuneração de qualquer espécie” – exemplos: oferecer moradia e alimentação, além de poderem trabalhar até 12 horas por dia.

“É uma proposta perversa e escravagista”, diz o coordenador da bancada rural do PT.

A maior preocupação dos sindicatos rurais é que o trabalhador passe a ser pago não apenas com salário:

“A remuneração poderá ser feita com parte da produção ou com cessão de pedaços de terra […] ou até mesmo em troca de ‘casa e comida’, dizem os sindicatos Contag e Contar.

A jornada também poderá aumentar para 12 horas diárias […] o trabalho aos domingos e feriados, hoje limitado, também estará liberado.

Acreditem se quiser! E o que virá depois? Quem libertará esses escravos?

Teremos que formular uma nova “Lei Áurea” ???


(a matéria completa você confere no Valor)

publicidade
Did you find apk for android? You can find new Free Android Games and apps.